• TOMATE

Nome popular: Tomate

 

Nome Científico: Lycopersicon esculentum Mill.

 

Características: É uma das hortaliças mais consumidas no mundo, havendo milhares de cultivares que variam na forma, tamanho, cor e sabor. Pode ser subdivido em cinco grupos: grupo Santa Cruz, Salada, Cereja, Italiano (ou Saladete ou San Marzano) e grupo Agroindustrial. É bastante exigente em adubação e é muito atacada por doenças, exigindo elevado conhecimento da cultura para um cultivo eficiente. Fonte de vitaminas A e C e de sais minerais como potássio. Os tomates cultivados atualmente variam bastante no tamanho, indo dos pequenos tomberries, com cerca de 5 mm de diâmetro, a grandes tomates com mais de 10 cm de diâmetro. Também variam muito na forma, indo de tomates arredondados e lisos a tomates ovalados, oblongos, angulosos, tomates com formato de pera e tomates ocos que lembram um pimentão ou pimento. Quanto a cor, os tomates geralmente são vermelhos quando maduros, mas há cultivares com frutos amarelos, laranja, rosados, brancos, creme, roxos e tomates que permanecem verdes quando maduros, além de haver tomates bicolores rajados. A principal característica que varia nos tomateiros é o hábito de crescimento, sendo que uma parte das cultivares tem hábito determinado, formando moitas e produzindo todos os frutos em um curto período de tempo, e outra parte das cultivares têm um hábito indeterminado, com ramos que continuam crescendo por vários metros, que necessitam de tutoramento e que continuam produzindo frutos enquanto a planta cresce (o maior tomateiro que se tem registro alcançou quase 20 m de comprimento). Além destes dois hábitos principais, há também cultivares com um hábito intermediário, crescendo mais que os tomateiros de hábito determinado, e que assim necessitam de tutoramento, mas que apresentam um crescendo limitado. Outro tipo são as cultivares anãs, que podem ser consideradas como sendo do tipo determinado, mas que têm a distinção de serem plantas bastante pequenas.

 

 

Lua de plantio: Crescente.

 

Plantio: As sementes de tomate podem ser semeadas diretamente no local definitivo ou em sementeiras, copos ou saquinhos de plástico ou papel, com cerca de 10 cm de altura e 7 cm de diâmetro. Coloque de duas a cinco sementes em cada recipiente, a no máximo 1 cm de profundidade, deixando posteriormente apenas uma ou duas plantas por recipiente, mantendo as mudas que são mais vigorosas. O transplante das mudas de tomate é realizado quando as mudas atingem de 15 cm a 25 cm de altura, e no transplante parte do caule pode ser enterrado para propiciar o surgimento de mais raízes. O espaçamento recomendado varia amplamente e depende da variedade cultivada e das condições de cultivo. Em geral, as cultivares de hábito indeterminado podem ser cultivadas com um espaçamento de 50 cm a 1,6 m entre plantas, e as cultivares de hábito determinado podem ser cultivadas com um espaçamento de 50 cm a 1 m entre plantas. Cultivares anãs podem ser plantadas com um espaçamento de 30 cm entre as plantas. Os tomateiros geralmente crescem e produzem melhor em condições de alta luminosidade, com sol direto pelo menos algumas horas por dia.

Época e regiões para plantio: Os tomateiros são cultivados no mundo todo, mas não suportam extremos de temperatura, ou seja, não crescem bem nem em baixas temperaturas (temperaturas diurnas abaixo de 15°C), que prejudicam o crescimento da planta e diminuem a taxa de germinação das sementes, nem em altas temperaturas (acima de 27°C), que podem prejudicar a formação dos frutos. Geralmente o tomateiro cresce melhor com temperaturas diurnas entre 20°C e 26°C, com uma variação de temperatura entre o dia e a noite. Em regiões sujeitas a geadas e a baixas temperaturas, os tomateiros costumam ser cultivados dentro de estufas. Quanto à umidade do ar, os tomateiros são sujeitos a menos doenças quando cultivados sob uma condição de baixa umidade do ar. Alta umidade do ar favorece o surgimento de doenças e pragas nas plantações de tomate.

 

 

                                               ÉPOCA MAIS RECOMENDADA PARA PLANTIO

ESPÉCIE

Sul

Sudeste

Nordeste

Centro-Oeste

Norte

Tomate

set./fev.

ano todo

ano todo

ano todo

mar./jul.

 

Solo e irrigação: O tomateiro é tolerante quanto ao tipo de solo, devendo-se apenas evitar solos argilosos com tendência ao encharcamento. Os melhores resultados são obtidos em solos bem drenados, férteis e rico em matéria orgânica, com pH entre 5,5 e 7. Atualmente o tomateiro é também muito cultivado em estufas sem o uso de solo natural. Por exemplo, é cultivado com o uso de solos artificiais, sistemas hidropônicos e sistemas aeropônicos. Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, mas sem que permaneça encharcado.

Colheita: Geralmente a colheita dos tomates inicia-se em 7 ou 8 semanas após o plantio para cultivares de crescimento determinado, e de 10 a 16 semanas para cultivares de grande porte. Para a grande maioria das cultivares, os frutos serão mais saborosos se colhidos quando estão completamente maduros, visto que a concentração de açúcares será maior se o fruto permanecer na planta até sua completa maduração. Tomateiros são plantas perenes de vida curta e em condições adequadas podem produzir frutos por alguns anos, embora essa não seja a prática em plantações comerciais, onde os tomateiros são cultivados apenas por alguns meses.

Consumo: São consumidos na forma de molhos prontos e caseiros, extrato (polpa concentrada), doces, sucos e cru, na salada.

 


Fontes:

Catálogo Brasileiro de Hortaliças. Embrapa/Sebrae. Brasília (DF), 2010.

Sites: Hortas.info

           Jornalagricola.wordpress.com

TOMATE

Produtos Relacionados

ALFACE

ALFACE

Nome popular: AlfaceNome Científico: Lactuca sativa L.Características: As folhas podem ser lisas o..

COUVE-CHINESA

COUVE-CHINESA

Nome popular: Couve-chinesa ou repolho chinês, chamada erroneamente de acelga. Nome Científico: ..

COUVE

COUVE

Nome popular: Couve Nome Científico: Brassica oleracea L. var. acephala D.C. Característ..

Tags: TOMATE